GROMMING ONLINE É O TEMA DA BRUCHURA DE JUNHO
2021-06-08

 

 

A brochura desenvolvida pela Fundação Altice, deste mês, assume como principal objetivo despertar para os riscos que a internet pode assumir no aliciamento e manipulação online de crianças e identificar, também, algumas dicas e sugestões que permitam ter consciência de como ajudar e o que fazer naquelas situações.

Recorrentemente questionamo-nos se podemos/devemos proibir as crianças e adolescentes de utilizarem a Internet, se conseguiremos restringir o acesso a redes sociais e de partilha, ou até impedir a troca de mensagens com desconhecidos.

Idealmente gostaríamos de responder que sim, mas a realidade é diferente. Hoje a comunicação e até a socialização, a interação social, está cada vez mais alicerçada na Internet, e as crianças e adolescentes assumem, cada vez mais, esta forma de estar como sendo o modus operandi no seu dia-a-dia.

Com o crescente uso da Internet e das Redes Sociais, por um lado, e as crianças a começar a utilizar a Internet cada vez mais cedo, aliado a um desconhecimento por parte dos pais, por outro, existe um maior risco de exposição ao abuso e exploração sexual de menores através da Internet. E quando esse aliciamento e manipulação ocorre estamos perante Gromming Online.

O gromming online, começa por ser uma abordagem não-sexual, através de jogos online e redes sociais, onde o agressor cria uma relação de confiança com a criança, podendo, esta produzir e partilhar conteúdos sexuais e até, a criança encontrar-se pessoalmente com o agressor e consumar-se o abuso sexual. É também uma prática que, na maioria dos casos, permite o anonimato do agressor através da criação de vários perfis falsos.

Consulte aqui a brochura e fique a saber mais sobre gromming online, bem como a identificação dicas e sugestões que permitam ter consciência de como ajudar e o que fazer

© Todos os direitos reservados.