Cabines Telefónicas Requalificadas

A imaginação não tem limites na Arte Urbana!

Com frequência abandonadas e alvo de vandalismo, as antigas cabines telefónicas estão a ser transformadas um pouco por todo o lado em novos e criativos equipamentos urbanos, atrativos, funcionais e socialmente responsáveis.

Perfeitamente enquadradas no espaço, as antigas cabines telefónicas já são micro bibliotecas, lojas, discotecas, bares, postos de informação, cafés, teatro e muito mais….

A ideia da reconversão das cabines telefónicas antigas inspira-se num movimento iniciado há alguns anos numa pequena aldeia de Westbury-sub-Mendip, no sudoeste de Inglaterra, onde os seus moradores se lembraram de converter uma das cabines telefónicas classicamente encarnada, na mais pequena biblioteca do mundo.

Esta nova biblioteca foi um sucesso e outras povoações seguiram a iniciativa, incluindo Londres. E, agora, em Portugal e através da Fundação Altice Portugal, o conceito tem vindo a afirmar-se e a ganhar sucessivos adeptos em diversas localidades do país.

A transformação de cabines telefónicas desativadas, um dos símbolos mais emblemáticos das telecomunicações em Portugal, pretende animar o espaço urbano, estimular a criatividade e aproximar as populações à arte e à cultura em geral. São uma obra empolgante: na sua idealização e implementação.

Conheça aqui as  inaugurações de cabines telefónicas que já se transformaram em equipamentos culturais: 

 

Ponta do Sol

Almada

Vila Nova de Milfontes

Açores

Barcelinhos 

Lisboa (Praça de Londres)

Caldas da Rainha 

Trafaria

Mêda

Laranjeiro

Lisboa (Parque das Nações)

Lisboa (Alcantâra)

Constância

Beja

Amadora 2

Santa Maria Maior

Amadora 1

Amarante

Sagres

Caldas da Rainha 2

Lisboa (Campo de Ourique)

Coimbra

Leiria

Lisboa (Alto de S. João)

© Todos os direitos reservados.