Núcleo Museológico de Vilar

Este Núcleo Museológico de Vilar, em Vila do Conde, está disponível para ser visitado desde 2006, depois de uma remodelação profunda onde foi incluída a instalação de equipamentos de comunicação que retratam a história das telecomunicações em Portugal, desde a introdução do telefone no país, em finais do século XIX, e até meados do século XX.

Os primeiros cinquenta anos das telecomunicações em Portugal foram marcados pela central telefónica de comutação manual e por um dos vetores fundamentais deste tipo de tecnologia: a telefonista. Até ao advento da comutação telefónica automática, a "menina dos telefones", como ficaria conhecida, foi o elo entre a “companhia de telefones” e o “assinante”.

Neste espaço, pode encontrar-se preservado o testemunho histórico do que eram e como funcionavam as Centrais Telefónicas de Comutação Manual (assistidas por telefonistas), designadamente uma Central de bateria local ou de sistema magnético, de1882, e outra de sistema de Bateria Central, de 1920, as únicas centrais no seu género que ainda se encontram a funcionar na Europa.

Estas centrais são operadas por uma telefonista que assegura as ligações entre telefones, inclusive os das cabines existentes no local, e chamadas para a rede nacional, sendo assim possível reconstituir o percurso das chamadas telefónicas.

Neste ambiente peculiar, único do género na Europa, introduz-se uma dimensão pedagógica inovadora, ou seja, se no museu tradicional os objetos estão expostos em vitrinas ou armários, sem sequer se lhes poder tocar, no Núcleo Museológico de Vilar passa-se precisamente o contrário: ao público é permitido o contacto com os objetos expostos, podendo mesmo manuseá-los para uma melhor análise ou conhecimento direto sobre o respetivo funcionamento.

 

        

 

Concebido com objetivos pedagógicos, este Núcleo proporciona visitas guiadas dando a conhecer o interessante percurso de evolução das comunicações até aos nossos dias e os momentos históricos desta evolução, com a possibilidade de os visitantes experimentarem e manusearem os equipamentos, nomeadamente as centrais telefónicas já referidas, podendo inclusivamente estabelecer comunicações.

Com visitantes de diversos quadrantes da sociedade, mas com um  público predominantemente escolar, o núcleo museológico utiliza a interatividade como modelo pedagógico para que as crianças e os jovens possam contactar com a história das tecnologias de comunicação levando consigo esta experiência inesquecível.

Paralelamente aos equipamentos disponíveis, o núcleo conta com painéis que fazem o paralelo entre o desenvolvimento do Norte na primeira metade do século XX e o avanço das telecomunicações nesta região nesse período.

 

Contactos          

Núcleo Museológico de Vilar situa-se: Rua Alberto Moreira, 4485-766 Vilar

Telefone: 229 271 643

Marcação de Visitas

Às terças e quintas-feiras, das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 16h00.

Faça a sua marcação aqui

 

 

 

 

© Todos os direitos reservados.